A verdade do arroz

Pérola, o nosso arroz.

Para consultar a ficha técnica de cada produto basta clicar sobre a respectiva imagem.

O arroz da marca Pérola caracteriza-se por ser oriundo das variedades de arroz mais tradicionais de grande qualidade e confiança. A Álvaro Borges seleccionou as variedades que garantem uma excelente relação qualidade/preço para produzir e embalar, de acordo com as exigências e preferências dos consumidores. Garantindo sempre um arroz com uma cozedura uniforme. (+)

Disponível nos tipos: Arroz Agulha, Arroz Carolino, Trinca

O Arroz Pérola Agulha é preferencialmente nacional, hoje designado como agulha europa, de muito boa qualidade e preço acessível. Tem uma boa uniformidade na cozedura e um grão longo, solto e bonito é indicado para arroz simples e de legumes.

O Arroz Pérola do Mondego Carolino é preferencialmente arroz do Mondego. Tem uma boa uniformidade na cozedura e um grão largo, longo e bonito. É um arroz cremoso que absorve o sabor dos temperos e alimentos com os quais é cozinhado. Indicado para a preparação de pratos tradicionais portugueses e para sobremesas como o arroz doce.

O Arroz Pérola Trinca é um subproduto do arroz, que resulta da selecção dos bagos quebrados no final do normal processo de fabrico do arroz. Cumprindo todas as exigências de segurança alimentar antigamente era usado para "engrossar" as sopas e é indicado para a alimentação de animais de estimação devido ao seu reduzido custo.

Apresentam-se em embalagem de polipropileno de 1Kg disponíveis em pack de 6kg ou 10Kg.

Arroz da terra e do mar Arroz Com favas e amêijoas

Ingredientes (para 4 pessoas):
3 chávenas médias de arroz Pérola Agulha
200g de favas descascadas
500g de amêijoas
1 alface
1 cebola
4 colheres de azeite
1 raminho de salsa
6 chávenas médias de caldo da peixe
1 dente de alho
½ copo de vinho branco seco
Sal q.b.


Lave as amêijoas em água abundante e deixe-as a limpar num recipiente com água fria uma mancheia de sal e um bocado de farinha, durante 2 a 3 horas. Escalde as favas um minuto em água a ferver, escorra-as e tire-lhes a pele.
Lave e ripe a alface, descasque o alho e lave e pique a salsa.
Num tacho coloque as amêijoas, depois de escorridas, juntamente com o alho esmagado e metade da salsa, tape e leve a lume brando até que abram. Escorra e coe o molho, retire as amêijoas das conchas e reserve juntamente com duas colheres do molho. Deite fora as que não abriram.
Descasque e pique a cebola e leve a dourar ligeiramente num tacho com o azeite, acrescente as favas e frite-as. Incorpore o arroz e frite-o durante cerca de dois minutos, refresque com o vinho e deixe que evapore em lume rápido, mexendo sempre. Acrescente pouco a pouco o caldo de peixe bem quente e a água de cozedura das amêijoas. Deixe cozer por 10 minutos, mexendo de vez em quando, junte a alface, envolva e coza mais 5 minutos.
Retire do lume, incorpore as amêijoas e a restante salsa.
Sirva de imediato.

Alternativas: A época ideal para as favas frescas é a Primavera; no Verão, pelo contrário, são as ervilhas que estão no seu melhor momento. Podem-se substituir umas pelas outras, embora as ervilhas reduzam um tanto o sabor. Umas gotas de limão misturadas com o vinho darão um inesperado perfume ao preparado.

Caldo de Peixe: Há várias espécies mas as melhores escolhas são, cabeças de tamboril ou rabo de congro, a que se podem acrescentar alguns caranguejos. Numa panela, pôr o peixe a cozer em água fria juntamente com duas folhas de louro, quando começar a ferver, reduzir o lume. Cuidado com o sal, o melhor é deixa-lo um pouco insosso e rectificar antes do final da confecção do arroz.

Nota: Quando numa receita entram legumes, como as favas, é melhor deitar o sal quando já estiverem cozidas: caso contrário, podem ficar duras.

Em: Arrozes do mar e da montanha

Arroz de tomate e Pimentos com Sardinhas

Para: 6 a 8 pessoas

300g de arroz Pérola do Mondego Carolino 16 sardinhas grandes Sal q.b. 300g de cebolas 4 dentes de alho 1dl de azeite 200g de tomate bem maduro 1 ramo de salsa 1 folha de louro 1 pimento 2 malaguetas 3 vezes o volume de arroz em água

Preparação:
Amanham-se e escamam-se as sardinhas. Lavam-se, enxugam-se com papel absorvente e salpicam-se com sal grosso.
Num tacho com azeite refoga-se em lume brando a cebola picada fina e os alhos cortados ás rodelinhas.
Cortam-se os tomates em pequenos cubos depois de escaldados, pelados e limpos de sementes.
Laca-se a salsa o louro e o pimento que se cortam em tiras depois de tirar as sementes.
Quando a cebola começa a querer ganhar cor, adiciona-se o tomate, o pimento, a salsa, o louro e as malaguetas esmagadas.
Mexe-se de vez em quando e deixa-se apurar.
Quando o refogado começa a secar, junta-se a água a ferver, o arroz e tempera-se de sal. Deixa-se cozer durante 5 minutos.
De seguida dispõem-se as sardinhas sobre o arroz, se possível sem ficarem sobrepostas, tapa-se o tacho vai ao forno previamente aquecido a 180ºC durante 10 min.
Servir de imediato.

Em: Casa da Comida